sexta-feira, 13 de junho de 2014

Festival de Teatro de Pombal foi ALtamente
 
O espectáculo «Al Pantalone», pelo Teatro Meridional, encerrou com chave de ouro mais uma edição do Festival de Teatro de Pombal, superando todas as expectativas e tendo sido marcada pela grande diversidade de propostas teatrais apresentadas ao público, de todas as faixas etárias, que, apesar da crise, marcou presença, contribuindo para a grande festa do teatro.
De salientar que a cidade de Pombal foi a primeira a receber a peça «Al Pantalone», com encenação de Miguel Seabra, depois das lotações esgotadas que conseguiu em Lisboa.
Mais uma vez o público foi o principal protagonista neste Festival de Teatro, tendo sido registados mais de 1500 espectadores, que encheram o Teatro-Cine de Pombal e marcaram forte presença nas freguesias de Abiul, Vila Cã, Carriço e Vermoil, contribuindo assim para a disseminação do teatro e da cultura por todo o concelho.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Teatro Meridional

Al Pantalone
 
Dia e hora: 10 Junho, às 21h30
Local: Teatro-Cine de Pombal
Preço: € 3,00


 
SINOPSE
Al Pantalone é a história de um embuste. Nada voltará a ser igual depois do golpe dado a um país, a uma geração, a muitas gerações, pelo ganancioso Pantalone, o homem que quer sempre mais uma moedinha no porta-moedas e um amigo bem colocado no bolso. Esta é a época em que a culpa morre solteira. E, no momento em que tudo muda para que tudo fique igual, quem reina é Pantalone.


SOBRE O ESPECTÁCULO
Voltar a uma das linhas de trabalho que caracterizam a história do Teatro Meridional e o seu percurso artístico enquanto Companhia, foi uma das apostas desta nossa 47ª criação. Voltar a trabalhar com Mário Botequilha que, com o Teatro Meridional já criou dois textos, um dos quais - “Delírios dell'Arte” – recebeu o Prémio Melhor Texto de Teatro 2001 (Assoc. Port. de Argumentistas e Dramaturgos), foi outro dos nossos anseios.
A Commedia dell’arte deixou-nos uma tipologia muito vasta de personagens suscetíveis de serem encontradas em todas as épocas e períodos históricos. Reatualizá-las é sempre o grande desafio. No entanto, o momento histórico e social que atravessamos catapulta, infelizmente, mais do que nunca, as sociedades à submissão do controlo feito por Pantalones e Doutores. São mesmo eles os protagonistas deste 'espetáculo mundo', enquanto todos os outros - Zanis, Columbinas, Flávios e Isabelas - pagam a conta, as contas, todas as contas.
Requalificar a técnica de base do trabalho físico da Commedia dell’Arte, tornando-a um simulacro de si própria - como cada vez mais a vida parece simular-se a uma aparência de ser, entre obrigações e exigências - este é um espetáculo que de uma forma muito clara, quase excêntrica, tal como todas as imposições que nos são exigidas, faz da nossa atual existência o rastreio desse quotidiano, pautada com humor, já que entendemos ser o humor um dos mais sérios compromissos do teatro e do seu lugar social.
Miguel Seabra e Natália Luiza
 

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA
Texto Mário Botequilha
Encenação e Desenho de Luz Miguel Seabra
Interpretação Guilherme de Noronha, Rui M Silva, Sofia Correia e Vitor Alves da Silva
Espaço Cénico e Figurinos Marta Carreiras
Música Original e Espaço Sonoro Rui Rebelo e Fernando Mota
Assistência de encenação Marta Carreiras, Vitor Alves da Silva e Emanuel Arada
Fotografia Nuno Figueira
Assistência de Cenografia Marco Fonseca
Mestra de guarda-roupa Aldina Semedo
Costureiras Gabriela Miranda, Lurdes Antunes, Maria Sameiro, Paula Martins e Rosa Inácio
Montagem Marco Fonseca e Nuno Figueira
Operação Técnica Nuno Figueira
Produção Executiva Natália Alves
Assessoria de Gestão Mónica Almeida
Direção Artística do Teatro Meridional Miguel Seabra e Natália Luiza

Classificação etária M/12

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Peripécia Teatro

Caso Hamlet
Baseado em Hamlet de William Shakespeare
 

Dia e hora: 07 Junho, às 21h30
Local: Teatro-Cine de Pombal
Preço: € 3,00


SOBRE O ESPECTÁCULO
Esta criação surge das ganas dos criativos da Peripécia Teatro em abordar um clássico do Teatro Universal. Para não estar com meias-medidas, este colectivo decidiu atacar directamente o, talvez, maior dramaturgo clássico: Shakespeare.
E para não continuar com meias tintas, ataca também o seu mais longo, enigmático e controverso texto: Hamlet.
Caso Hamlet, marca assim a estreia da Peripécia Teatro na abordagem de um texto clássico e procura transmitir, com humor, poesia e pujança cénica, um Hamlet essencial, apesar de desconstruído; misterioso, apesar de desmistificado. Em Caso Hamlet é explorada uma narrativa vigorosa que se agita entre o thriller policial e a tragédia. O espectador irá testemunhar a trama e os conflitos centrais da peça, através de uma linguagem onde se prezará a genuinidade e força criativa enredadas com os versos e a universalidade do Teatro de Shakespeare.

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA
Criação, Dramaturgia e Interpretação: Ángel Fragua, Noelia Domínguez e Sérgio Agostinho;
Cenografia e Design Gráfico: Zetavares;
Figurinos: Cláudia Ribeiro;
Desenho de Luz: Paulo Neto;
Formação e Coreografia de Esgrima: Miguel Andrade Gomes;
Direcção de Actores: Luis Blat;
Co-Criação, Dramaturgia e Direcção: José Carlos Garcia;
Tradução: Colectiva.

Classificação etária: M/12
Duração aproximada do espectáculo: 90 Min.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Espectadores fiéis ao Festival de Teatro de Pombal
Meridional | Al Pantalone
 
No passado fim de semana registaram-se mais de 500 espectadores que assistiram aos espectáculos que integram o Festival de Teatro de Pombal 2014, tanto nas freguesias de Abiul e Carriço, como no Teatro-Cine de Pombal.
 
Para o próximo sábado, dia 7 de Junho, pelas 21h30, espera-se de novo casa cheia, com o espectáculo «Caso Hamlet», pelos Peripécia Teatro que já habituaram o público pombalense a excelentes peças e grandes interpretações.
 
Também no sábado, pelas 21h30, o Centro Cultural e Recreativo de Vila Cã recebe o espectáculo «O Último Golo», pela companhia GATA. Entrada Livre.
 
No domingo, 8 de Junho, pelas 16h00, o Teatro Amador de Pombal sobe ao palco do salão da Sociedade Filarmónica Vermoilense para apresentar o espectáculo «O Sarilho do Príncipe Matraquilho». Entrada Livre.
 
O Festival de Teatro de Pombal encerra com chave de ouro no próximo dia 10 de Junho, Dia de Portugal, com uma das mais prestigiadas companhias teatrais portuguesas, o Teatro Meridional, para a apresentação da tão aclamada peça «Al Pantalone», estimando-se que o grande auditório do Teatro-Cine de Pombal volte a esgotar.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Teatro Amador de Pombal

O Sarilho do Príncipe Matraquilho
Dias e horas: 01 e 08 Junho, às 16h00
Local: Carriço – Associação Cultural do Carriço e Vermoil – Salão da Filarmónica Vermoilense
Preço: Gratuito

SINOPSE
Devido aos seus caprichos e à sua vida luxuosa, a Princesa Mafalda tem dificuldade em encontrar um príncipe com queira casar, encontrando-lhes sempre qualquer defeito, e levando a Rainha ao desespero. Contudo, certo dia, a Rainha muda as regras do jogo e transforma a vida da Princesa Mafalda. A Princesa irá então viver com um músico, numa casa pobre, sem luxos nem mordomias, a descascar batatas. Após algumas dificuldades, a Princesa Mafalda acaba por descobrir o verdadeiro amor da sua vida. Uma história onde o amor triunfa sobre as coisas materiais, num registo humorístico e cheio de peripécias. E o Matraquilho, quando é que entra em cena?

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA
Encenação | Luís Catarro
Assistente de encenação | Catarina Ribeiro
Dramaturgia| Paulo Moreiras e Rita Leitão
Elenco | Cláudia Serrano, Joana Ferreira, Joana Mendes, Humberto Pinto, Marta Ferreira e Sara Pestana
Figurinos | Elsa Silva
Cenografia | André Pontes
Desenho de luz | João Alegrete
Fotografia | Gustavo Medeiros
Produção | Teatro Amador Pombal

Classificação etária: maiores de 6 anos

Passos e Compassos

De Pernas para o Ar


Dia e hora: 01 Junho, às 16h00
Local: Teatro-Cine de Pombal
Preço: € 2,00

Sinopse
Estamos todos convidados a dançar e a pensar... ou a pensar e depois dançar?! Enfim, veremos...
Fechamos os olhos e entre o sonho e a realidade, motivamos vontades.
Lembramos a importância do desejo, da criação e das artes na construção dos nossos percursos.
De salto em salto, desafiando a gravidade, olhamos o mundo numa outra perspectiva, de pernas para o ar.
A brincar, abordamos temas sérios e provocamos as crianças a acreditar num mundo melhor e a filosofar, através da dança!
Ficha Artística
Coreografia e figurinos Sofia Belchior – colaboração dos interpretes
Composição musical António Machado
Música Vivaldi - excertos
Texto Sofia Belchior
Voz Joana Machado
Desenho de luz e técnica António Machado e Sofia Belchior
Interpretação DançArte – Companhia residente no Teatro S. João, Palmela, Rita Carvalho e Ricardo Mondim
Imagem gráfica João Belchior
Produção Passos e Compassos/ 2013

Classificação etária: Todas as idades


quarta-feira, 28 de maio de 2014

GATA

Último golo


Dias e horas: 31 Maio e 07 Junho, às 21h30
Local: Abiul – Auditório da Junta de Freguesia de Abiul | Vila Cã – Centro Cultural e Recreativo de Vila Cã
Entrada livre
 
Sinopse
“Último Golo” é uma criação colectiva que surgiu da improvisação tendo por base temas do quotidiano. É uma caricatura da nossa sociedade e do que nela se vive. Situações irreais que traduzem uma realidade actual: amigos que mais parecem inimigos; vizinhas coscuvilheiras que pensam que têm boas maneiras; uma empregada que mete o nariz onde não era chamada; visitas do além, traições e trambolhões.
O GATA traz a palco uma hilariante comédia que promete fazer rir até os mais mal-humorados.
Ficha Artística
Criação e representação | Andreia Barros, Cátia Carvalho, Cláudia Pinto, Filipa Santos, Frederico Martins, Guida Serrano, Helena Gonçalves, Inês Cordeiro, João Silva, Mariana Baltazar, Mariana Matias, Micaela Costa, Nuno Carvalho, Suse Santos, Vânia Santos.
Dramaturgia e Encenação | Adélia Ferreira
Som e Luz | Sérgio Carvalho e Filipe Carvalho

Classificação etária: Todas as idades

terça-feira, 27 de maio de 2014

Leirena

 
Aqui Há Pousio
 
 
Dia e hora: 30 Maio, às 14h30
Local: Teatro-Cine de Pombal
Sessão para IPSS´s

Dia e hora: 31 Maio, às 21h30
Local: Teatro-Cine de Pombal
Preço: € 3,00

Conversa encenada: Uma bica e dois dedos de conversa à volta de "Aqui Há Pousio"
Dia e hora: 30 Maio, às 23h00
Local: Café Concerto (Teatro-Cine de Pombal)
Entrada Livre
 


SINOPSE
Sem terra para cultivar, o povo do Lugarejo é obrigado a aceitar as condições de trabalho de um proprietário. Deparando-se com as dificuldades que o povo enfrenta, uma mulher arregaça as mangas e em conjunto com o povo amanha e semeia o que virá a ser uma nova forma de vida: o trabalho em comunidade.
Poderá esta alternativa prevalecer num Mundo dominado pelos grandes proprietários?


SOBRE O ESPECTÁCULO
Da necessidade de nos aproximarmos uns dos outros, de voltarmos a trabalhar uns com os outros, de construirmos um mundo em que o importante é lutarmos pelo bem-estar comum, surge o Aqui há Pousio.
Pousio de terras. Pousio de ideias. Pousio de vontades. E é neste estado de latência, em que à primeira vista tudo parece morto, que é lançada a semente de um novo projecto que abana as estruturas de uma sociedade em que as condições vigentes são ditadas por grandes proprietários.
Juntos, fazendo o que cada um sabe de melhor, trabalhando em comunidade num projecto comum, a população do Lugarejo procura melhorar as suas condições de vida de forma a viverem mais desafogados e tirando partido daquilo que têm.
Vivendo nós num mundo em que cada um trabalha para conseguir sobreviver, onde o sentido de comunidade é cada vez mais diluído, em que as condições vigentes parecem ser cada vez mais sufocantes, será que há espaço para semearmos em conjunto?
Aqui Há Pousio, é um espectáculo que procura comunicar com o público de uma forma descomprometida, incluindo-o no jogo teatral desenvolvido.
Quatro atores desdobram-se em várias personagens e animais para dar vida ao Lugarejo. O cenário transforma-se ao longo do espectáculo em inúmeros espaços desta aldeia, trazendo sempre uma surpresa visual ao espectador. Contando também com música feita ao vivo, este espectáculo procura chegar ao público de todas as idades e de todos os lugares, promovendo uma partilha entre gerações.

 
FICHA ARTÍSTICA
Figurinos | Ana Bárbara Soares, Rosa Carvalho, Sofia Neves
Cenografia | Frédéric da Cruz
Máscaras | Amável Alves Antão
Direcção Musical | Elsa Felicidade
Letra e composição | Frédéric da Cruz
Luz | Nuno Cardoso
Cartaz e Grafismo | Pulso Publicidade

Classificação etária: maiores de 6 anos
 

Mais teatro em Pombal e nas freguesias
 
Leirena | Aqui Há Pousio
 
Depois de ter esgotado na abertura do Festival de Teatro Pombal, o TAP voltou a encher o auditório do Teatro-Cine de Pombal na passada sexta-feira para mais um espectáculo de «Romeu e Julieta». Os espectáculos para bebés apresentados pela companhia Passos e Compassos também esgotaram as suas duas sessões no sábado.
 
O Festival de Teatro continua com o espectáculo «Aqui Há Pousio», pelo Leirena Teatro, na sexta-feira, dia 30 de Maio, pelas 14h30, no Teatro-Cine de Pombal, numa apresentação dirigida à população sénior das IPSS do concelho, com entrada gratuita. No sábado, o Teatro-Cine acolhe este mesmo espectáculo, mas dirigido à população em geral. No dia anterior, em jeito de antecipação, haverá no Café Concerto, às 23h00, a apresentação de «Uma bica e dois dedos de conversa à volta de "Aqui Há Pousio"».
 
No sábado acontece também o primeiro espectáculo nas freguesias, a cargo do grupo GATA, que apresentará, «O Último Golo», em Abiul, no Auditório da Junta de Freguesia, pelas 21h30, com entrada gratuita.
 
No Dia Mundial da Criança, domingo, o dia é inteiramente dedicado aos mais jovens, com a apresentação de dois espectáculos, um no Teatro-Cine de Pombal, «De pernas para o ar» pela companhia Passos e Compassos, e outro na freguesia do Carriço, na Associação Cultural do Carriço, com a peça «O Sarilho do Príncipe Matraquilho», pelo Teatro Amador de Pombal, ambos às 16h00.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Passos e Compassos

Tarará-Tchim. Dança e Música para Bebés
 
Dia e horas: 24 Maio, às 15h30 (0 aos 2 anos)e 16h30 (3 aos 6 anos)
Local: Teatro Cine de Pombal
Preço: € 2,00



 
Sinopse
Sobe o pano e...”Tarará-tchim”! surgem as surpresas!
Minhas Senhoras, meus senhores e excelentíssimos BEBÉS, bem vindos!...
Tarará-tchim!, é um mundo de magia, ilusão e fantasia...
Entre sorrisos e gargalhadas, um cortejo de ideias divertidas.
Entre equilíbrios e desequilíbrios, jogos arriscados!
Entre saltos e brincadeiras, amigos coloridos que dançam e tocam. “Tarará-tchim!”
Repleto de surpresas e em constante transformação, este momento convida-vos... a ver, ouvir e sentir. Convida-vos a contemplar, dançar, tocar instrumentos e fazer amigos.
Apreciem, disfrutem e divirtam-se!


Ficha Artística
Concepção artística e espaço cénico: António Machado, Ricardo Mondim e Sofia Belchior
Coreografia: Sofia Belchior – colaboração dos interpretes
Composição musical: António Machado
Adereços e Bonecos: Ricardo Mondim
Desenho de luz: António Machado e Sofia Belchior
Figurinos: Sofia Belchior
Design gráfico: Utopia Designers
Design Web: João Belchior
Interpretação: DançArte – Companhia residente no Teatro S. João, Palmela e Ária da Música
António Machado, Ricardo Mondim, Rita Carvalho e Sérgio Oliveira
Apresentação: Sofia Belchior e Joana Machado
Produção: Passos e Compassos / 2014

 

segunda-feira, 19 de maio de 2014


Nova produção do TAP esgota Teatro-Cine de Pombal
 

O auditório do Teatro-Cine de Pombal esgotou na estreia de «Romeu e Julieta», a nova produção do Teatro Amador de Pombal, com encenação de José Carlos Garcia e Nádia Santos, que marcou o arranque de mais uma edição do Festival de Teatro de Pombal, o que demonstra o enorme apreço que o grupo teatral de Pombal tem vindo a adquirir ao longo das edições do seu Festival de Teatro, construindo um público fiel e constante, sempre curioso pelo trabalho que vêm desenvolvendo há mais de trinta anos.
A peça «Romeu e Julieta» volta ao palco do Teatro-Cine de Pombal na próxima sexta-feira, dia 23 de Maio, pelas 21h30, prevendo-se que o auditório venha a novamente esgotar. Até ao momento, mais de metade da sala já se encontra com os seus lugares reservados.
De destacar também a grande afluência de participantes que esgotaram a Oficina de Jogos de Iniciação ao Teatro, com Miguel Sopas, realizada pela primeira vez e com uma adesão acima do esperado, não tendo sido possível acolher todos os interessados. Esta actividade, no âmbito do Festival de Teatro, revelou-se um enorme sucesso e uma aposta ganha, reforçando assim o papel do TAP na formação de novos públicos e espectadores atentos e informados.
No sábado, dia 24, haverá espectáculos de dança e música para bebés, «Tarará-Tchim!», com a companhia Passos e Compassos, com duas sessões: a primeira, tendo como público alvo as crianças até aos dois anos de idade, pelas 15h30, e a segunda, pelas 16h30, destinada às crianças entre os três e os seis anos.
A organização do Festival de Teatro de Pombal agradece a todos quantos contribuíram para a promoção e divulgação do festival, desde a Câmara Municipal de Pombal às rádios e jornais locais, bem como a todos aqueles que deram continuidade à divulgação dos eventos nas redes sociais.

terça-feira, 13 de maio de 2014

Formação | Miguel Sopas


Oficina de Jogos de Iniciação ao Teatro
Formador: Miguel Sopas
Classificação etária: maiores de 16 anos
Número máximo de participantes: 15

Dia e horas: 18 Maio, das 10h às 12h30 e das 14h às 18h30
Local: Sala de Ensaios do Teatro Cine de Pombal
Formação gratuita

Proposta de trabalho
Nesta curta oficina de jogos teatrais, abordaremos e comentaremos alguns exercícios simples de expressão dramática. Pretendemos que o conjunto de jogos propostos possa servir simultaneamente dois objectivos distintos: por um lado, dotar os participantes de um conjunto de enunciados simples, que poderão facilmente ser adaptados a diversas actividades lúdicas e pedagógicas com grupos-alvo de várias idades; por outro, permitir aos formandos experienciar e conhecer alguns dos aspectos básicos da técnica do actor teatral (reconhecendo que, com estes jogos simples, se podem também trabalhar alguns dos “apoios invisíveis” nos quais essa mesma técnica se assenta):
- a capacidade de integrar um grupo, trabalhando em colectivo de forma disponível e atenta;
- a consciência do seu corpo e da sua voz, e a experiência das possibilidades destes num domínio extra-quotidiano;
- a capacidade de escuta;
- a consciência dos ritmos e do espaço;
- a consciência da relação entre as nossas sensações interiores e subjectivas, e a expressão teatral e exterior dessas mesmas sensações.
 
Inscrições e informações: teatroamadorpombal@gmail.com

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Teatro Amador Pombal

Romeu e Julieta


 
Dias e horas: 17 e 23 Maio, às 21h30
Local: Teatro Cine de Pombal
Preço: € 3,00

Classificação etária: M/12
Duração aproximada do espectáculo: 60 Minutos


Sinopse
Litigantes casas às paz a levou
Nefasta e trágica. sorte má cuja
Amantes de par um nasceu, implacável
Afasta ódio o que famílias duas dessas

Derrama se povo do sangue o que em
Antigas questões por lutas renovam
Drama o passar-se vai onde, Verona em
Inimigas e nobres famílias duas.


Sobre o espectáculo
Encenar qualquer texto, clássico ou não, é sempre um trabalho de construção.
Mas desta vez  o trabalho começou pela desconstrução. Partimos do todo para as partes, retirando o excesso e mantendo o fio à meada.
Optou-se por uma aproximação minimalista ao texto, em que a linguagem principal é o corpo do actor e a sua expressão física e visual, em detrimento (de forma vergonhosa confessamos) das belas palavras de William Shakespeare, das quais apenas mantivemos as essenciais para fazer avançar o enredo.
Não nos prendermos pelo modo como deve ser contada esta história tão reconhecida. Em vez disso deixámo-nos levar pelo modo de como esta história pode ser contada e recriada, convidando o público a imaginar, juntamente com o actor, todas as suas possibilidades e potencialidades.
Aqui a tragédia anda a par com a comédia, o amor pouco tem de inocente, a sorte é apenas um pretexto, e o destino somos nós que o ditamos…
José Carlos Garcia e Nádia Santos
 
Ficha técnica e artística
Romeu e Julieta (adaptação livre da obra de William Shakespeare)
Encenação e Espaço Cénico | José Carlos Garcia e Nádia Santos
Dramaturgia | Colectiva
Elenco | Cristina David, Gabriel Bonifácio, Gustavo Medeiros, Joana Mendes, Humberto Pinto e Luís Catarro
Desenho de luz | João Alegrete
Cenografia, Adereços e Figurinos | Teatro Amador Pombal
Fotografia | Filipe Henriques, Jorge Ferreira, Nádia Santos e Leonel Mendrix
Grafismo | Leonel Mendrix
Produção | Teatro Amador Pombal
 

 

sexta-feira, 9 de maio de 2014

A estreia de «Romeu e Julieta» assinala o arranque do Festival de Teatro de Pombal


A estreia da mais recente produção do Teatro Amador de Pombal, «Romeu e Julieta», assinala o arranque da nova edição do Festival de Teatro de Pombal, no próximo dia 17 de Maio, pelas 21h30, no Teatro-Cine de Pombal, numa organização do Município de Pombal e do Teatro Amador de Pombal.
 
Com encenação de José Carlos Garcia e Nádia Santos, o espectáculo «Romeu e Julieta» vem reforçar o trabalho teatral desenvolvido pelo Teatro Amador de Pombal quanto à linguagem cénica e ao desempenho dos seus actores, com novos desafios em articulação com as técnicas dos encenadores convidados. Este será um espectáculo memorável e que não deixará ninguém indiferente.
 
No Festival de Teatro de Pombal participam também os grupos Leirena, Passos e Compassos, GATA, Peripécia Teatro e o Teatro Meridional.
O Teatro Amador de Pombal, no seguimento de edições anteriores, descentraliza o Festival levando o teatro às freguesias do concelho de Pombal. Assim, no próximo dia 31 de Maio, a GATA estará no Auditório da Freguesia de Abiul. No dia 1 de Junho, é a vez do Teatro Amador de Pombal, na Associação Cultural do Carriço. No dia 7 de Junho, A GATA sobe ao palco no Centro Cultural e Recreativo de Vila Cã, e no dia 8 de Junho é a vez do Teatro Amador de Pombal na Sociedade Filarmónica Vermoilense, em Vermoil.
 
Mais uma vez, no âmbito do Festival de Teatro, realiza-se um espectáculo dirigido às IPSS do concelho, no dia 30 de Maio, pelas 14h30, no Teatro-Cine de Pombal. Desta vez é a peça «Aqui Há Pousio», pela companhia Leirena.
 
Destaque também para a «Oficina de Jogos de Iniciação ao Teatro», com Miguel Sopas, destinada a maiores de 16 anos, que se realiza no dia 18 de Maio, das 10h às 12h30 e das 14h às 18h30, na Sala de Ensaios do Teatro-Cine de Pombal. De salientar que esta formação é gratuita.
 
--------------------------------------------------------------------
INFORMAÇÕES GERAIS
Período:  17 de Maio a 10 de Junho
Organização: Município de Pombal e Teatro Amador de Pombal
Reservas: 236210540/2 | 965918406 | teatrocine@cm-pombal.pt | http://web.cm-pombal.pt/intranet/cinemaon/reservas_on.aspx
Teatro-Cine: Bilhetes € 3,00 e € 2,00
Teatro nas Freguesias e Formação: Entrada Livre